26 de set de 2016

Entrevista com o grupo HIERARCHICAL PUNISHMENT

Em 2014, André Stuchi, do selo Back on Tracks (e guitarrista da banda Imminent Chaos) realizou uma entrevista com Márcio Spen, então baixista do Hierarchical Punishment. Como esta entrevista não chegou a ser postada no link da gravadora, resolvemos disponibilizar aqui no Baixada Metal!
Leão Gazzano, Márcio Spen, Grell e Luiz Carlos Louzada


1. Conte um pouco sobre a origem da banda, integrantes, como se juntaram.
MARCIO - Bom, a  banda surgiu em Santos, e formada em março de 1994 por Alexandre (Vocal), Ricardo (Baixo), Grell (Bateria) e Leão (Guitarra). O Hierarchical tem como propósito fazer Death Metal rápido e agressivo, com influências Grindcore. As letras atacam direto no cotidiano do mundo e os problemas da sociedade. Alexandre e Grell fizeram parte da ultima formação da extinta banda Explicit Repulsion e juntaram-se à Leao, que vinha do Bones Erosion (onde foi baixista) e que ja havia tocado no Explicit  tambem, para formar o Hierarchical Punishment. Depois, recrutaram Ricardo (ex-Black Mountain), finalizando assim a formação inicial da banda. Em agosto de 1995 o HP entra em estúdio para gravar a primeira demo "The Humanity Walks This Way". No início de dezembro do mesmo ano, alegando problemas pessoais, Ricardo saiu e eu entrei assumindo o baixo, dando uma renovada a mais, com peso, no som do Hierarchical Punishment. Agosto de 1997 foi gravado a demo-ensaio com as novas musicas e algumas regravações da primeira demo, e ai em julho de 2001, após um período de inatividade, o grupo retorna aos ensaios com uma nova formação, contando com Luiz Carlos Louzada (CHEMICAL DISASTER e VULCANO) nos vocais
Em outubro de 2001, já com Luiz Carlos definindo os vocais do HP nós nos juntamos em estúdio e gravamos um ADVANCED-CD com 15 faixas, no intuito de arrumarmos um contrato com algum selo interessado. No final do ano, utilizamos 8 faixas para o lançamento de “RES DERELICTA”, o 2º CD-DEMO, mostrando a atual fase. As 7 músicas restantes foram regravações da 1ª DT (originalmente lançada em ’95) e acabaram sendo utilizadas em 2 lançamentos em 2002: participamos do CD “ROCK SOLDIERS VOL. 8”, pela UGK DISCCOS (de Pelotas/RS) com 6 faixas e também incluímos uma faixa no CD “NOISE FOR DEAF V” (pela ROTTHENNESS RECS., de São Paulo/SP). Após o lançamento destes CDs, decidimos incluir estas regravações como bônus no “RES DERELICTA”. Em agosto de 2003, eu  havia saído da banda por problemas pessoais; em meu lugar entrou Carlos Diaz (ex-DHUEND / NINURTA). Na mesma época, foi lançado pelo selo europeu FEARSOME RECORDS (da Holanda) o CD “BLOWN TO PIECES VOL.2”, onde a banda participou com a faixa ABORTION (extraída da demo “RES DERELICTA”). No segundo semestre de 2004, após a entrada de Halysson Rodrigo na segunda guitarra, o grupo participou do CD “EXTREME UNDERGROUND VOL. II” através do selo AVERNUS RECORDS (de Governador Valadares/MG), onde incluímos as 2 faixas de abertura da demo “RES DERELICTA” (INTRO e SUFFOCATING LIFE). No fim do ano iniciamos a gravação do debut-CD e em 2005, antes mesmo de concluir este trabalho, incluímos uma pré-mix da faixa KNEEL DOWN no CD-coletânea “ENDLESS MASSACRE I”, do selo VIOLENT RECS. (de Santos/SP).  No período do ano de 2006 com mais um trabalho a ser promovido lançamos um cd com 6 faixas intitulado “MY LIFE IS A TORTURE”  e no mesmo ano falece o guitarrista Hallysson, vitima de leucemia, doença que ele ja lutava por mais de 10 anos. Em  agosto de 2006,  o guitarrista Decio Andolini entrou na banda completando a formação; no ano de 2008 o HP participou também da Coletânea “ENDLESS MASSACRE II”, lançado pela Violent Records (selo de Santos/SP) com a faixa HUNGRY''S INDUSTRY. Em 2011, Décio deixa o grupo que, que volta a ser um quarteto. Atualmente o HP conta com o mesmo time que gravou o cd “Res Derelicta” (de 2001), pois em 2012, eu voltei a assumir o baixo no lugar de Carlos Diaz, após  anos fora da banda. Agora em 2014 o HP é formado por Luiz Carlos Louzada (vokills) , Leão Gazzano (guitarra) , Marcio Spen (baixo) e Grell (bateria).
Diaz, Luiz Carlos Louzada, Grell, Leão Gazzano e Décio Andolini

2. Quanto tempo de existência?
MARCIO - Nesse mês de Março de 2014 o HIERARCHICAL PUNISHMENT completou exatamente 20 anos de existência.
Cubatão/SP, último show com Luiz Carlos Louzada no vocal

3. Comente um pouco sobre o que vocês tem feito de apresentações, concertos.
MARCIO - Atualmente estamos mais nos concentrando no Álbum oficial da banda que em breve estará saindo em meados de Maio (THE HUMANITY WALKS THIS WAY), e também estamos atualmente passando por novas transições na banda, futuramente por uma nova formação, mas nenhum agendamento de show até o momento antes do novo Cd.
Halyssom Rodrigo (R.I.P.), Leão Gazzano, Luiz Carlos Louzada, Grell e Diaz

4. Quantos discos lançados?
MARCIO - São vários lançamentos na discografia,  mas nosso debut-cd oficial será o “The Humanity Walks This Way”. Nosso 1º registro foi a Demo “The Humanity Walks this Way” (1995) , em seguida a Demo-ensaio "Grinder" (1997), depois o CD-demo "Res Derelicta" (2001), então tivemos a participação no cd-Coletanea “Noise for Deaf V” (Rotthenness RECORDS) e o cd-coletânea “Rock Soldiers Vol. 8” (UGK Disccos), ambos em 2001 também. Na seqüência, o cd-coletanea "Blown to Pieces 2" (pelo selo europeu FEARSOME RECORDS, da Holanda) e o cd-coletanea "Extreme Underground 2" (AVERNUS RECORDS).  Em 2005 saiu o CD-coletanea “Endless Massacre l”, depois em 2006 lançamos o cd-demo “My Life is a Torture" e participamos em 2008 do cd-coletanea “Endless Massacre ll” (estes 3 lançamentos saíram pela Violent Records). No ano de 2010, também pela Violent Records, lançamos o split-cd "3 Ways to Destroy the World" com as bandas AGATHOCLES (da Bélgica) e FORBIDDEN IDEAS (de São Paulo); no ano seguinte, participamos do cd-coletanea “ENDLESS MASSACRE IV” (pelo mesmo selo). Em junho de 2012, foi lançado outro Split CD,  "6 Way Zombified Humanity” (numa parceria da Violent Records c/outros grandes selos da cena underground), e agora em 2014 (previsto para o mês de maio) lançaremos o tão esperado cd oficial da banda (em outra grande parceria da Violent Recs com a  BACK ON TRACK’S RECORDS e mais outros selos parceiros), o Álbum  “THE HUMANITY WALKS THIS WAY”.
Debut-cd de 2014

5.  Comente um pouco do processo de gravação do Humanity Walks This Way.
MARCIO – Na época foi difícil, tivemos um trabalho muito extenso e árduo  para ser gravado. Mas com tudo isso, estamos satisfeitos com o resultado final e na expectativa desse Álbum a ser lançado. Após o processo de gravação, na verdade, este material ficou engavetado por volta de 9 anos (desde 2005), mas com a parceria da Violent Records e vários grandes selos, conseguimos atingir o objetivo de lançar  o '' THE HUMANITY WALKS THIS WAY”. 

6.  Algo mais que queiram comentar, compartilhar e que o burro aqui esqueceu ou passou em branco?
MARCIO - Sim, queríamos agradecer  por esse espaço cedido a essa entrevista! Isso é muito importante, como uma fonte  de divulgação ao cenário Underground, não só pelo HIERARCHICAL PUNISHMENT, mas também como apoio à outras bandas que estão na correria como nós,  e lembrando que em Maio o nosso Cd estará disponível pra todos Headbangers, e  esperamos que curtam essa barulheira que esta por vir em breve.
Décio Andolini, Silas Filho, Grell, Leão Gazzano e Luiz Carlos Louzada

7. Deixe os links que vocês quiserem passar (BANDCAMP, YOUTUBE, EMAIL, etc.)
MARCIO – Confiram abaixo:

http://youtu.be/Sjn2qIdFjsI - “MY LIFE IS A TORTURE” (OFICIAL VIDEO CLIP

http://youtu.be/cyzgwQbnSas - “AUTOPSY” (VIDEO CLIP)

http://youtu.be/TdIGw5WBJI8 - “KNELL DOW”

http://youtu.be/__gq0JIv_iI - “V.O.G (VIRUS OF GENOCIDE)” (live VIDEO CLIP)
 
http://youtu.be/YUYnM4FOD60 - “Undertaker God” (Programa de webtv Rocktime)

MY SPACE:
https://myspace.com/violentrecs

EMAIL:
hierarchicalband@yahoo.com.br

VIOLENT RECORDS:

Nenhum comentário: